Guia prático para encontrar um bom executor para sua Obra

Você, arquiteto, já se deparou com situações em que preferiu não indicar nenhum profissional para executar uma obra a se responsabilizar pela baixa qualidade do que se encontra no mercado? Aqui você vai aprender a encontrar um bom executor para sua obra.

Além disso, você já sentiu ter jogado todo seu projeto e esforço no lixo, pois a execução não alcançou um mínimo da exigência do seu padrão de qualidade?

portrait-317041_1920

A descaracterização e desrespeito com o projeto, que além de envergonhá-lo, faz você perder a chance de acrescentar uma obra que você tinha expectativa de publicar ou mesmo de incluir em seu portfólio? Saiba que isso pode ser evitado.

Nossa intenção com esse artigo é mostrar algumas estratégias para te afastar dos maus profissionais e auxiliá-lo na busca pelo parceiro ideal.

Existem diversos pontos importantes a serem observados ante a contratação (e/ou indicação) do profissional/empresa que irá executar a obra de um projeto de sua autoria. Aqui vão algumas estratégias para encontrar alguém que irá por em prática 100% do que você projetou, garantindo, não só que essa obra faça parte de seu portfólio, mas principalmente que você não tenha que se justificar – até para você mesmo – quando vê algo pronto e bem diferente do que pensou.

boranaobra

FUJA DOS “PRESTADORES DE UM SERVIÇO SÓ”!

Um ponto importante, e que parece óbvio, é conhecer as obras que ele já tenha executado. Mas não só isso, o mais importante nesse item é buscar também o depoimento de antigos clientes e arquitetos para o qual a pessoa ou empresa tenha prestado algum serviço.

Esse depoimento é fundamental e já elimina grande parte dos “prestadores de um serviço só”, aqueles que nunca conseguem fechar dois contratos para um mesmo cliente, pois, geralmente, são os que pisam na bola grosseiramente e tem que cada vez buscar serviços em nichos e locais diferentes.

Algumas vezes você até chega a ir em obras bastante consistentes e bem executadas, mas tome MUITO CUIDADO! A pessoa que te apresentar a obra, como executor, tem que comprovar quem gerenciou o processo, quem planejou, quem acompanhou e quem botou a mão na massa…!

Por que dizemos isso? Porque muitas vezes este profissional que se apresenta a você como “o executor” de uma determinada obra, era apenas um funcionário dela (mestre, pedreiro, ajudante, encarregado, etc.) e acaba te vendendo uma falsa ideia de capacitação que ele não tem.

Em casos como este, bastante comuns, certamente há uma equipe de profissionais gabaritados composta por arquitetos e/ou engenheiros coordenando e uma eficiente mão de obra executando. Abra seu olho! Em uma equipe de obra cada um tem um papel importante que não pode ser negligenciado.

building-1080595_1920

E é atrás dessa equipe que você deve ir. A execução de uma obra é muito mais do que o trabalho “de campo”, envolve muito conhecimento técnico, legislativo, normativo e principalmente administrativo!

RESPONSABILIDADE TÉCNICA (RT) E ORGANIZAÇÃO

Procure saber este profissional é o Responsável Técnico pela obra junto ao CREA ou CAU, ou se possui algum profissional contratado/cadastrado em sua empresa que o seja. Peça pra ver um modelo de PLANEJAMENTO, CRONOGRAMA DE OBRA ou DIÁRIO DE OBRA que ele tenha feito anteriormente.

Entenda o pacote de serviços que ele oferece e o pacote que você está procurando. Deixe bastante claras as funções e serviços que você espera que ele desempenhe!

Questione também sobre as etapas de construção e veja se ele possui uma metodologia construtiva sólida e organizada. Pergunte muito! Nesse momento, você tem que testar se de fato é a pessoa mais indicada para executar o projeto que você fez com tanto cuidado, planejamento e carinho.

Geralmente, com o advento dos smartphones, os executores mais modernos fazem registros fotográficos do andamento de suas obras, peça para ver essas fotos e repare principalmente na organização do canteiro. Esse aspecto demonstra grande parte da competência e característica dessa equipe. Repare no estoque dos materiais, na limpeza, no uso de EPI e uniformes pelos funcionários.

14976139043_57cc5a245d

O executor deve ser atento e respeitar as normas de execução específicas de cada local, seja um condomínio, shopping, bairro ou até uma cidade. Veja se ele se mostra interessado por esse aspecto, ele deve manifestar questionamentos sobre a logística, horários possíveis para a obra, entre outros.

Um bom executor de obra deve ter um pensamento global e administrativo, extraia isso dele com algumas simples perguntas como:

  • Você poderia resumir o passo a passo do que faria para uma obra dessa dimensão?
  • Você já fez alguma obra parecida? Se sim, pode me mostrar? 
  • Você tem parceria com algum arquiteto ou escritório de arquitetura? Se sim, posso entrar em contato?

 

AONDE MORA A SUA RESPONSABILIDADE 

O arquiteto precisa saber a hora de procurar e encontrar o seu executor. Essa busca, quando feita no momento certo, pode dirimir muitas dúvidas e evitar possíveis problemas durante a execução. Uma consultoria, quando você não tem muita experiência com obra, tem muito valor e garante uma drástica diminuição das “surpresas” tão comuns em obras.

No caso de reformas, por exemplo, aquele ponto de gás que você precisa, mas não viu o melhor caminho por onde passar, aquela tubulação de esgoto que, caso seja relocada, exige perfuração de laje e obra na casa do vizinho, a bancada que não sobe pela escada, elevador e nem passa na janela, entre outras mil possibilidades que alguém com uma visão e experiência maior consegue prever e resolver antes de se iniciar a obra e até mesmo antes da finalização do projeto.

entrepreneur-593362_1920

Essas ações, quando integradas ao Projeto de Arquitetura, são muito mais assertivas e possibilitam uma execução mais prática e econômica, pois o retrabalho certamente será menor, ou até, não irá existir.

COMPETÊNCIAS

Este executor deve ter uma postura responsável de exigir ou providenciar para que todos os projetos sejam finalizados e estejam impressos na obra, incluindo os complementares – fundações, estruturas, instalações elétricas e hidráulicas, automação, rede, águas pluviais, e outros que forem necessários para cada especificidade de objeto – antes do início da execução.

Se ele tiver o pensamento “fique tranquilo, eu resolvo os detalhes na obra!”, ou coisa parecida, CORRA 100 LÉGUAS SEM OLHAR PARA TRÁS, É FRIA!

portrait-317041_1920

Busque um profissional que recorra a você inúmeras vezes, quantas forem necessárias, para que você, como arquiteto autor do projeto, dê as soluções dos possíveis problemas que irão aparecer, possíveis novos detalhamentos a serem feitos, etc.

Sim, o executor deve e vai “te encher o saco” e você terá que trabalhar muitas horas a mais do que você havia planejado inicialmente naquele projeto, aproveite a oportunidade e cobre mais por isso. Pagando bem que mal tem, né?

Neste caso, deixe todas as funções muito bem separadas para não haver choque de competências durante a obra. A função do arquiteto que presta o serviço de ACOMPANHAMENTO de obra não pode se confundir com a do executor.

O arquiteto, autor do projeto – quando contratado para fazer o acompanhamento da obra -, é responsável por dirimir dúvidas de detalhamentos e tomar decisões que garantam uma execução de acordo com o seu projeto de arquitetura, ou o que ele (como autor) julgar que deva ser feito, em caso de mudanças necessárias ou solicitadas pelo cliente.

Mas o arquiteto não responde por erros de execução e/ou má qualidade dos acabamentos, ou ainda quaisquer ações judiciais em relação à obra e seus funcionários. O EXECUTOR deve ser responsável técnico pela execução e por todos os serviços que a isso estão relacionados. Cabe a ele se consultar, questionar e saber ouvir a opinião do arquiteto, sempre orientando, do ponto de vista técnico que lhe compete, para que a relação seja POSITIVA. (falarei mais sobre isso em outro artigo relacionado aos tipos de contratos de execução de obra).

Você deve achar um parceiro para executar suas obras, e não alguém que te coloque na fogueira com frases “Isso não estava no projeto”, “olha, isso deu errado porque o arquiteto não soube dar a melhor solução!”, ou ainda “Do jeito que está no projeto não funciona, eu tenho uma solução melhor!”. E o pior, essas frases são sempre pronunciadas na frente do cliente. Esse tipo de situação só acontece quando não existe uma parceria entre os profissionais envolvidos.

shops-1014037_1920

O VALOR DO PROJETO

Esse último ponto, ao meu ver, é um dos mais, se não o mais importante: o executor tem que saber ler projetos de arquitetura e dar valor ao significado do projeto em uma obra. Sei que é complicado fazer a simples pergunta “você sabe ler projeto?”, ainda mais para um profissional que se diz atuante na área.

Mas tente o seguinte: abra o seu projeto, explane alguns pontos, faça perguntas sobre a execução de alguns detalhes e veja se ele consegue buscar as informações nas próprias pranchas, informações que você já saiba inclusive.

Funciona! É nessas horas que o “mau profissional” solta a frase: “esqueci meus óculos em casa!”.

blueprint-964629_1920

Saber ler, entender e respeitar a função do projeto em uma obra, é premissa básica e crucial para escolher qual profissional contratar ou indicar para uma obra cujo projeto é de sua autoria.

Já passei por situações em que fui visitar a obra e o projeto de arquitetura nem lá estava, e há sempre alguma desculpa do tipo “deixei no carro”, “vamos ver aqui na tela do celular”, ou “você não lembra qual foi a medida que projetou?” (ahm? como assim?).

Enfim, um bom executor entende que o seu projeto deve estar na obra e acessível para toda equipe consultá-lo a todo tempo.

Enfim, é isso! Espero ter ajudado. Aprendi quebrando bastante a cabeça (e a cara! rs) e gostaria de passar um pouco do que já vivenciei tanto nas minhas obras quanto nas obras de amigos arquitetos próximos, engenheiros e empresários da construção, com os quais tive e tenho a oportunidade de aprender a cada dia.

Se gostou desse artigo, curta nossa página no Facebook, nosso canal no Youtube e acompanhe nossas outras redes sociais.

Curta, compartilhe, marque seus amigos!

Caso queira receber mais e mais CONTEÚDOS RELEVANTES que façam parte do seu dia-a-dia, cadastre-se aqui para ter acesso a tudo em primeiríssima mão.

Se quiser saber sobre algum tema que eu ainda não tenha falado, envie um e-mail para contato@boranaobra.com.br ou deixe um comentário no campo abaixo.

Até a próxima!

Alex e Rafa

#BORAnaOBRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *