BORAnaOBRA

Eu profissional, por que preciso estar na obra?

BORAnaOBRA
Escrito por BORAnaOBRA em
Eu profissional, por que preciso estar na obra?
RECEBA NOSSO MELHOR CONTEÚDO EM PRIMEIRA MÃO

Faça parte da Comunidade de Profissionais da Construção Civil que mais cresce nesse país!

Se hoje você trabalha apenas com projeto, saiba os benefícios de estar dentro de uma obra.

Já conversamos em outro momento, que precisamos tirar da cabeça dos clientes que obra é dor de cabeça! Afinal, isso é o nosso maior inimigo dentro do mercado.

E NÓS, como profissionais, temos a obrigação de passar confiança para os clientes e mostrar que é possível executar obras com organização e prazos cumpridos.

Geralmente é o próprio profissional, que tem medo do canteiro de obras e de colocar a mão na massa, que acaba reclamando que o seu projeto é modificado sem autorização quando vai pra obra.

A maioria das pessoas comentam com a gente que preferem não se envolver com obra por inúmeros motivos.

“Mas eu tenho medo!”

“O cliente só me ama até eu fazer o projeto, quando eu vou pra obra ele começa a me odiar…”

“Eu gosto de projetar, não preciso saber de obra”

Por isso a pergunta, vale mesmo a pena se envolver em obra?

Mas antes de te dizer a resposta, vou te contar uma história, a nossa.

Saímos da faculdade inseguros como todo recém formado, encorajados a projetar e fazer obras era uma realidade muito distante.

O que mudou a nossa forma de pensar foi quando a gente percebeu que os nossos projetos nunca viravam obra construída.

E isso acontecia por um somatório de coisas, a gente não estava presente no processo, surgiam pitacos das pessoas e você não está lá pra defender a ideia, às vezes faltava detalhamento etc.

Vimos que por não estar no canteiro de obras os nossos projetos sempre eram alterados, vimos que só com projetos a gente não conseguia ter o padrão de vida que a gente queria.

Fora que era muito limitado os serviços que a gente oferecia. Não podíamos oferecer opções de acompanhamento, visita técnica, uma assessoria, consultoria, ou seja, tinha um mundo inteiro de possibilidades pra oferecer pro cliente que a gente desperdiçava. 

E certa vez o balde transbordou. Era a gota d’água!

A gente precisava dar um jeito naquela situação, afinal não queríamos fechar as portas e tínhamos que conseguir um portfólio que fosse NOSSO!

Até que vimos que a solução seria arregaçar as mangas e ir pro campo de batalha. E foi a melhor escolha que fizemos.

Então, como alguém que está inserido verdadeiramente no canteiro de obras, eu te digo que vale a pena, e MUITO!

Conhecimento técnico e experiência

A primeira coisa é: “Ninguém pode desenhar aquilo que não sabe como se faz!”, como já dizia João Filgueiras Lima, conhecido como Lelé, que foi um grande arquiteto idealizador da rede Sarah de hospitais.

O ganho de experiência, embasamento técnico e vivência dos projetos, é na obra!

Ninguém nasce sabendo, eu sei disso… Mas quando você quer alguma coisa, é preciso correr atrás.

Tem que meter as caras. Se você quer moleza, senta no pudim!!!

O estranho é que na faculdade de arquitetura a gente estuda muito sobre obra, mas a gente não aprende a executá-las.

E não deveria ser assim.

O mundo das obras

Quando nós começamos no mundo das obras entendemos que existem desafios lá dentro, mas que tudo é possível com planejamento.

Saiba diferenciar imprevistos de falta de planejamento.

Uma coisa é a sua obra parar por um dilúvio, tornado, greve dos caminhoneiros, teve acidente na pista e o caminhão de material não conseguiu chegar… Isso é imprevisto.

O resto TODO é falta de planejamento!

Uma das coisas que fazemos durante o planeamento e que nos ajuda a evitar muito do que se chama de imprevisto é compatibilizar os projetos e estudar todos eles antes de começar a obra.

Nisso você consegue se preparar pro que está vindo.

O Financeiro

O ganho financeiro em obra é sempre maior que em projeto!

Se uma obra é pequena, o projeto também é pequeno, mas o valor da obra ainda é superior ao valor da obra.

Você vai viver bem do que você faz e ter qualidade de vida.

Obra traz autoridade

Isso é um grande diferencial pro seu cliente. Quando você sabe o que está fazendo, quando você está presente, a obra está toda de acordo com o projeto, o cliente vê em você uma autoridade.

Com isso, você mostra o seu valor e assim não tem mais desconto para o cliente, não há mais comparação com outro profissional, porque você é O profissional agora!

A percepção do cliente muda quando o profissional atua na obra.

Você não precisa necessariamente ser executor de obra, mas se você entende do processo construtivo, a ordem que as coisas acontecem você vai ter mais segurança para projetar melhor e para evitar retrabalho.

Quando você conhece alguma coisa muito bem é fácil prever coisas que podem acontecer e evitar que coisas ruins aconteçam, certo? Com a obra é a mesma coisa!

Com isso, o cliente sempre pensará “poxa, preciso daquele profissional por perto.”

Não fique na mesma

Por mais que você já seja um executor de obras, o mercado está sempre mudando e exigindo mais da gente, não dá pra estacionar e achar que já está bom assim, faço desse jeito há muitos anos, não caia nessa.

Você não tem como parar, é como estar parado só observando a maré subir, se você não se mexer, você será engolido.

O nosso mercado está mais exigente em relação a entregas diferentes, novos programas, mais capacitação e melhor experiência do cliente.

Hoje o perfil do cliente é diferente, ele busca muita informação, ele tem ferramentas à sua disposição na internet como Pinterest, Google, Youtube, etc. 

Quando eles chegam para nos contratar, eles já tem muita bagagem e já vimos diversos profissionais passando vergonha por o cliente dominar algum assunto mais que o próprio profissional.

É importante que você ofereça conveniência e praticidade, afinal eles estão pagando por isso.

E pra que todo esse processo de confiança entre você e o seu cliente aconteça, proteja a sua reputação e assim agregue mais valor ao seu trabalho.

Isso te tornará uma BMW do seu mercado diante de muitos FUSCAS.

#dicapedrada

Você gera esse aumento de percepção de valor mostrando pro cliente que você é honesto, transparente e que se importa verdadeiramente com o que é importante pra ele.

Tenha a boa burocracia ao seu lado. Ao contrário do que você pode estar pensando, o brasileiro gosta disso! Tenha processos e documentos que gerem registros de como as coisas devem acontecer, isso passa segurança de survive não é um amador!

você tem essa boa burocracia a seu favor? Você tem processos que deixam claro pro seu cliente o caminho que ele tem que percorrer para realizar o sonho dele? 

Não tenha medo de modelar e trilhar um caminho que já dá certo. Se inspire em pessoas melhores que você!

Se esse artigo te ajudou de alguma forma, e se as dicas que eu dei aqui fizeram sentido pra você, encaminha para algum profissional ou colega que você acha que esse artigo vai ajudar.

Forte abraço,

Alex

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *